CRISTINA GRADE

Gente foi muito engraçado com tudo começou ... de inicio nunca acreditei em nada disso, achava tudo em bando de macumbeiro que só sabia fazer o mal para os outros, um preconceito muito grande ... então fui ler carta com uma certa Vanda, quando cheguei lá quem era ?!! uma das alunas da época do Dom José Gaspar ... ai ficou pior ainda ... então me sentei e nem respirava o máximo que falei foi o meu nome, afinal tava ali para escutar , certo ? pois é ela falou tudo e mais um pouco ... mesmo assim ainda muito desconfiada voltei outras vezes para ter certeza ... e ai começou as nossas idas até a casa dela (eu e a Sonia), praticamente todos os dias nos víamos e ficávamos conversando quase até amanhecer, não sei que tanto tínhamos para falar. Depois ainda sem muito conhecimento comecei a cambonear a Mainha e meu Amor pelos Guias foi total e absoluto (o primeiro que conheci foi o Seu Capa, imagine o susto). Mais dentre muitos momentos que vivemos durante todo esse tempo, ter acompanhado a evolução do Seu Capa acho que foi um dos que marcou mais, confesso que minha emoção foi tanta que até chorei, claro que de alegria. Tive ainda muitos outros especiais mais se ficar aqui falando não vou acabar nunca de tantos que são, por isso vamos adiante. Bom ai comecei a desenvolver e tudo foi se encaminhando naturalmente. Hoje NÃO saberia viver sem a Tenda de Oxalá, ou seja, sem a espiritualidade, porque já faz parte de mim, recebi tudo que podia, acho que até foi de mais, mais em fim essa é a minha casa. Falando um pouco da nossa Mainha que é Muito Especial, não só como Mãe de Santo, como ser Humano, com espírito iluminado, que nunca em sua vida negou ajudar quem quer que seja, seja a hora que fosse, o dia que fosse, então hoje só tenho a agradecer Essa Casa, essa Mãe Maravilhosa e as esse Espíritos Iluminados e pacienciosos conosco, porque tudo o que eles podem fazer com certeza eles fazem e o que temos que passar ou colher eles estão certamente ao nosso lado para ajudar. Falando agora um pouco de todo esse trabalho que fazemos nessa casa, e que hoje é coordenado pelo nosso Tio Fran é muito especial, porque não existe palavras para expressa o que sentimos, como sentimos, enfim esse momento tão importante de convívio, é muito triste saber que nem todos pensam assim e não vivem também esse “momento” seria muito bom. Mas terminando deixo aqui um carinho, um amor muito grande por todos dessa casa, pela minha Mainha, pelo Tio Fran, pelos meus irmãos e sem duvida nenhuma por todos esses espíritos maravilhosos que nos assistem. Amo a todos vocês ... Família Maravilhosa. Kika